Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Analista: ‘Putin deixou claro que prioridade da Rússia é combate ao terrorismo’

© Sputnik / Mikhail Klimentiev / Abrir o banco de imagensO presidente russo, Vladimir Putin, condecorou com ordens os militares russos que participaram na operação na Síria
O presidente russo, Vladimir Putin, condecorou com ordens os militares russos que participaram na operação na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga no
Na entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, 23, pelo Presidente Vladimir Putin, o que mais chamou a atenção do analista Creomar de Souza, da Universidade Católica de Brasília, foi a posição firme da Rússia contra o terrorismo.

Sírios evacuados das vilas sob o controle dos terroristas perto de Idlib, Aleppo, Síria, 19 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Putin: Libertação de Aleppo teria sido impossível sem participação russa
O posicionamento do Presidente Vladimir Putin em relação a este tema e, particularmente, no que diz respeito ao apoio da Rússia ao presidente da Síria, Bashar Assad, revela como a Rússia se posiciona diante da necessidade mundial de combate conjunto ao terrorismo", afirma Creomar de Souza, professor de Relações Internacionais. "Putin, inclusive, conclamou os Estados Unidos e os países da União Europeia a reunir forças contra esse inimigo comum da humanidade. E salientou ainda que a Rússia está sempre aberta ao diálogo com todos os seus parceiros."

Ainda em relação aos parceiros internacionais, Vladimir Putin disse esperar um novo comportamento por parte de europeus e norte-americanos, na visão de Creomar de Souza:

"Para mim, foi muito importante o Presidente Putin ter dito que espera das populações dos Estados Unidos e dos países da Europa um novo olhar sobre a Rússia e a compreensão de que todos têm de viver em paz e harmonia."

No plano interno, Creomar de Souza ressaltou o empenho do Governo Putin em consolidar a integração definitiva da Crimeia à Federação Russa:

"Esta integração se dará mediante fornecimento de infraestrutura, o que inclui apoio energético, e a construção da ponte sobre o Estreito de Kersch, que será, digamos, o símbolo desta integração da Crimeia com o território da Federação Russa."

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала