Estados Unidos se justificam e diz que assentamentos 'ameaçam a segurança de Israel'

© AFP 2022 / Bryan R. SmithEmbaixador dos Estados Unidos na ONU, Samantha Power, faz um discurso durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU sobre a situação na Síria, Nova York, EUA, 25 de setembro de 2016
Embaixador dos Estados Unidos na ONU, Samantha Power, faz um discurso durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU sobre a situação na Síria, Nova York, EUA, 25 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A declaração foi dada pela embaixatriz dos Estados Unidos, Samantha Power.

Reunião do Conselho de Segurança da ONU - Sputnik Brasil
ONU aprova resolução contra assentamentos israelenses em territórios palestinos
Depois de se abster na votação do Conselho de Segurança que mandou Israel acabar com os assentamentos na Palestina, os Estados Unidos se justificaram dizendo que a continuação de um assentamento "ameaça seriamente a segurança de Israel".

Para a embaixatriz americana na ONU, Samantha Power, os EUA "têm enviado uma mensagem de que os assentamentos precisam parar, em particular e em público, por quase cinco décadas".

“Não se pode simultaneamente apoiar a expansão dos assentamentos de Israel e uma solução viável de dois Estados que encerraria o conflito. É preciso fazer uma escolha entre os assentamentos e a separação”, disse Power.

Israel

A delegação de Israel se declarou "desapontada" com o posicionamento de Washington na votação. O país declarou esperar que o governo de Donald Trump represente uma "nova era" na relação com os Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала