Caças russos realizaram 71 mil ataques aéreos na Síria eliminando 35 mil terroristas

© Sputnik / Vadim Grishankin/Assessoria de imprensa do Ministério da Defesa da RússiaPiloto entra no caça Su-25 na base aérea Hmeymim (foto de arquivo)
Piloto entra no caça Su-25 na base aérea Hmeymim (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro da Defesa russo Sergei Shoigu informou na quinta-feira (22) que desde o início da campanha aérea na Síria os aviões militares russos lançaram 71.000 ataques aéreos e eliminaram 35.000 terroristas.

Tanque do exército turco enviado para a Síria - Sputnik Brasil
Político turco: Nós aceitamos operação militar na Síria, mas não para iniciar lá a guerra
Além disso, segundo o ministro, a Força Aeroespacial russa destruiu durante a campanha mais de 700 campos de treinamento na Síria.

"Desde o início da operação os aviões russos efetuaram 17.800 missões, lançando 71.000 ataques aéreos contra infraestruturas dos terroristas, eliminando 725 campos de treinamento, 405 fábricas de produção de munições, 1.500 peças de equipamento militar dos terroristas e 35.000 militantes, incluindo 204 comandantes operacionais", comunicou Shoigu.

O ministro ressaltou que a operação militar russa na Síria ajudou a parar propagação do terrorismo na região, a manter o país unido e a quebrar "a cadeia de revoluções coloridas" no Oriente Médio e na África.

"Em geral, a operação [na Síria] permitiu solucionar uma série de problemas geopolíticos: as organizações terroristas internacionais receberam um golpe sério na Síria, sua propagação na região foi parada, o apoio financeiro aos grupos de militantes (…) fracassou, o colapso do Estado da Síria foi prevenido e a cadeia de revoluções coloridas no Oriente Médio e na África foi quebrada", observou Shoigu.

UN Syria envoy Staffan De Mistura's hands holds documents at the United Nations Offices on January 25, 2016 in Geneva during a press conference on efforts to restart peace talks. - Sputnik Brasil
ONU cria equipe para iniciar processos de crimes de guerra na Síria
De acordo com o ministro, "o processo de solução política e reconciliação das partes em confronto na Síria foi iniciado. O total de 1.074 povoados com uma população de 3 milhões se juntaram ao regime de cessar-fogo, enquanto 108.000 refugiados voltaram para suas casas; 9.000 militantes depuseram as armas".

A Rússia lançou uma operação aérea contra as posições terroristas na Síria, em 30 de setembro de 2015, a pedido do presidente sírio Bashar Assad. Nesse período, até março de 2016, a aviação russa realizou mais de 9 mil missões contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia), apoiando Damasco em ofensivas nas regiões decisivas do país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала