Putin: 'Sanções econômicas e políticas impedem união contra terrorismo'

© Sputnik / Mikhail Klimentiev / Abrir o banco de imagensO presidente russo, Vladimir Putin, condecorou com ordens os militares russos que participaram na operação na Síria
O presidente russo, Vladimir Putin, condecorou com ordens os militares russos que participaram na operação na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou nesta quarta-feira (21) que as restrições econômicas e políticas impedem que os países fiquem unidos na luta contra o terrorismo.

"Todas as restrições nas esferas econômicas e políticas dividem os Estados e não permitem que eles juntem seus esforços na luta contra o mal comum, o terrorismo", disse o líder russo.

Caminhão usado em atentado terrorista contra uma multidão em Berlim - Sputnik Brasil
Daesh assume autoria pelo atentado com caminhão em Berlim
Putin expressou a esperança de que os últimos eventos trágicos na Alemanha impulsionem os parceiros da Rússia a colaborar mais estreitamente na luta contra o terrorismo. 

Em 19 de dezembro de 2016, um caminhão atropelou uma multidão que estava em uma feira natalina na Praça Breitschem, em Berlim. O acidente causou a morte de nove pessoas e foi perpetrado por um suspeito motorista de origem paquistanesa; porém, este motorista teria matado o verdadeiro proprietário do veículo, um polonês.

O ataque já foi comparado ao atentado de Nice, que ocorreu em 14 de julho do ano deste ano e matou 86 pessoas. Lá, outro caminhão percorreu toda a marginal marítima, Promenade des Anglais, passando em cima de várias pessoas.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала