ONU cria equipe para iniciar processos de crimes de guerra na Síria

© AFP 2022 / Fabrice CoffriniUN Syria envoy Staffan De Mistura's hands holds documents at the United Nations Offices on January 25, 2016 in Geneva during a press conference on efforts to restart peace talks.
UN Syria envoy Staffan De Mistura's hands holds documents at the United Nations Offices on January 25, 2016 in Geneva during a press conference on efforts to restart peace talks. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Medidas podem prejudicar a Rússia, acusada pelos Capacetes Brancos de realizar ataques que teriam resultado na morte de 1200 civis.

71.ª Assembleia Geral das Nações Unidas - Sputnik Brasil
Assembleia Geral da ONU adota resolução sobre trégua na Síria
A Assembleia Geral da ONU decidiu nesta quarta-feira que vai criar uma equipe especial para "coletar, consolidar, preservar e analisar provas", bem como para preparar casos de crimes de guerra e abusos de direitos humanos cometidos durante o conflito na Síria.

A Assembleia Geral aprovou uma resolução redigida por Liechtenstein para criar a equipe independente com 105 votos a favor, 15 contra e 52 abstenções. A equipe trabalhará em coordenação com a Comissão de Inquérito da ONU na Síria.

Rússia

Na semana passada, os Capacetes Brancos da ONU acusaram a Rússia de crimes de guerra. Segundo o grupo, o país foi responsável pela morte de 1200 civis, 380 deles crianças. 

Os Capacetes Brancos, a Rede de Direitos Humanos da Síria, a Associação Independente de Médicos e o Centro de Documentação de Violações catalogaram as acusações em um documento de 39 páginas entregue à Comissão de Inquérito da ONU na Síria. Os papeis listam 304 supostos ataques irregulares entre julho e dezembro em Aleppo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала