- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Odebrecht e Braskem admitem gastos de US$ 1 bi em propina em 12 países

© VANDERLEI ALMEIDA / AFPStand da Odebrecht na LADD 2015
Stand da Odebrecht na LADD 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O órgão classificou o episódio como "o maior caso de suborno internacional na história".

Ministro José Serra e presidente interino Michel Temer são citados em denúncias de pagamento de caixa 2 da Odebrecht - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Odebrecht aceitará pagar multa de R$ 7 bi por envolvimento em corrupção
O Departamento de Justiça dos Estados Unidos informou hoje que a construtora brasileira Odebrecht admitiu terr pago US$ 788 milhões e a Braskem, US$ 250 milhões em propina a funcionários públicos e partidos políticos do Brasil e de outros 11 países.

Segundo o Departamento, a Odebrecht tentou garantir contratos em mais de 100 projetos em Angola, Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Guatemala, México, Moçambique, Panamá, Peru, República Dominicana e Venezuela. Somente no Brasil, a Odebrecht admite o pagamento de cerca de US$ 349 milhões (R$ 1,16 bilhões) em propinas, entre os anos de 2003 e 2016.

Já no caso da Braskem, as propinas favoreceram tarifas preferenciais e contratos com a Petrobras pela compra de matérias-primas e acesso a programas governamentais que reduziram os passivos tributários da empresa. As duas empresas assinaram acordo de leniência, em que pagam para extinguir o processo, e divulgaram nota afirmando lamentar condutas passadas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала