Grupo de investigação russo chega à Turquia para investigar assassinato do embaixador

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensO ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, durante o encontro com os seus homólgos turco e iraniano em Moscou, Rússia, 20 de dezembro de 2016
O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, durante o encontro com os seus homólgos turco e iraniano em Moscou, Rússia, 20 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Moscou declarou que é necessário esclarecer o mais rápido possível todas as circunstâncias do assassinato do embaixador russo em Ancara, Andrei Karlov, disse o chanceler russo Sergei Lavrov.

"É preciso determinar o mais rápido possível todas as circunstâncias da organização e realização deste ato terrorista", disse Lavrov no encontro com o seu homólogo turco Mevlut Cavusoglu, que está em visita a Moscou.

Mevlut Cavusoglu, ex-chanceler turco - Sputnik Brasil
Ministro das Relações Exteriores da Turquia expressa condolências por morte de embaixador
Segundo Lavrov, o grupo de investigação russo já chegou à Turquia.

"Ontem os nossos presidentes acordaram que, para completar as diligências já começadas pelos serviços especiais turcos, o grupo de investigação russo partirá para Ancara e, segundo sei, já pousou na capital turca", disse Lavrov.

Acrescentou também que "o mesmo avião trará o corpo de Andrei Karlov, os seus familiares, e nós iremos esperá-lo aqui com todas as honras".

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, participa de um almoço de trabalho com Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão (não retratado) em Tóquio em 16 de dezembro de 2016. - Sputnik Brasil
Putin: assassinato do embaixador russo na Turquia é sabotagem do processo de paz na Síria
Além disso, Lavrov expressou a esperança de que esta tragédia (assassinato do embaixador russo na Turquia) obrigue os dois países a lutar contra o terrorismo de forma ainda mais decisiva.

"Estamos francamente agradecidos aos nossos colegas turcos pela reação imediata a este crime bárbaro, pelas condolências expressas ontem pelo presidente [da Turquia Recep Tayyip] Erdogan ao presidente [da Rússia Vladimir] Putin", disse Lavrov.

O atentado contra o embaixador russo na Turquia Andrei Karlov ocorreu na segunda-feira (19) durante a cerimônia de abertura de uma exposição. No evento, o criminoso atirou vários tiros nas costas do embaixador russo, que não sobreviveu. Segundo testemunhas, o atacante entrou na sala vestido de terno e gravata e foi tomado pelo guarda-costas de Karlov. Em resultado da operação policial, o criminoso foi eliminado. A chancelaria russa avaliou o acontecido como um ato terrorista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала