Para deputado, Turquia está pagando pelo apoio a terroristas no passado

© REUTERS / Umit BektasPresidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan
Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mahmoud Badr, deputado ao parlamento egípcio e membro do maior bloco da Câmara, Suporte ao Egito, expressou suas condolências ao povo russo em relação ao assassinato do embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov.

"Expressamos as nossas condolências aos nossos irmãos na Rússia. O povo russo é um nosso amigo que por muito tempo apoiou o Egito em períodos muito difíceis", disse o deputado em entrevista à Sputnik Árabe.

Badr, o líder do movimento Tamarod, que desempenhou um papel importante na destituição do partido Irmandade Muçulmana no Egito, disse que na situação atual todos os diplomatas russos na Turquia estão ameaçados.

Flores colocados ao retrato do embaixador russo, Andrei Karlov, assassinado na exposição em Ancara, no Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Moscou, 20 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Quem lucra com o assassinato do embaixador russo na Turquia?
"Este caso mostra claramente que Ancara não é capaz de assegurar a proteção das missões diplomáticas estrangeiras. São mais frequentes as tentativas de ataques contra diplomatas ocidentais. Depois da tentativa fracassada de golpe de Estado, a situação no país é tensa e alarmante", disse.

"A Turquia apoiou terroristas em certos períodos, eles abriram suas fronteiras a centenas de terroristas que entraram para as fileiras do grupo Frente al-Nusra. Foi provado que em março militantes transportaram gás iperita [através da fronteira turco-síria]. O que aconteceu [ontem com o embaixador russo] é o preço do apoio ao terrorismo pela Turquia", disse Badr à agência.

O atentado contra o embaixador russo na Turquia Andrei Karlov ocorreu na segunda-feira (19) durante a cerimônia de abertura de uma exposição. No evento, o criminoso atirou vários tiros nas costas do embaixador russo, que não sobreviveu. Segundo testemunhas, o atacante entrou na sala vestido de terno e gravata e foi tomado pelo guarda-costas de Karlov. Em resultado da operação policial, o criminoso foi eliminado. A chancelaria russa avaliou o acontecido como um atentado terrorista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала