Plano japonês para Rússia se concretiza

© Sputnik / Assessoria de imprensa do Presidente da Rússia / Abrir o banco de imagensVladimir Putin e Shinzo Abe durante a parte oficial do seu encontro em Tóquio, em 16 de dezembro de 2016
Vladimir Putin e Shinzo Abe durante a parte oficial do seu encontro em Tóquio, em 16 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O plano que o primeiro-ministro japonês esteve forjando na segunda metade do ano em curso pode ser concretizado, disse o próprio Shinzo Abe nesta sexta-feira (16).

Premiê japonês Shinzo Abe apertando a mão do presidente russo Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Rússia e Japão: compromisso inevitável ou impossível?
O plano de cooperação econômica apresentado por Abe durante a sua visita a Sochi, em maio, tem oito itens que tratam de áreas como petróleo e gás, modernização de portos e aeroportos no Extremo Oriente (parte oriental da Rússia que tem fronteira marítima com o Japão).

"Sete meses passaram desde que eu propus esse plano de cooperação. Desde então, nós concretizamos o plano mencionado com uma velocidade sem precedentes, com a participação de empresas interessadas dos dois países", disse Abe hoje, no âmbito do seu encontro com o presidente russo Vladimir Putin.

Além disso, o primeiro-ministro japonês ressaltou que o alcance de um acordo formal de paz entre os dois países pode estar próximo.

"Agora, depois de 71 anos de ausência de um tratado de paz, nós passamos a um período em que vamos poder, gradualmente, passo por passo, com as nossas próprias mãos, realizar aquelas ações que permitirão tornar realidade o sonho dos antigos e atuais moradores antigos das ilhas [Curilas]", disse Abe.

Ilhas Curilas - Sputnik Brasil
Entenda a disputa entre a Rússia e o Japão sobre as Ilhas Curilas
Uma parte das ilhas Curilas é considerada por Tóquio oficial como parte do território japonês, chamada de "territórios do Norte".

Por seu lado, o presidente russo disse nesta coletiva de imprensa que "já está na hora de terminar o pinguepongue das Curilas".

Putin está efetuando a sua primeira visita ao Japão dos últimos 11 anos.

A visita já deu importantes resultados, com 68 acordos e memorandos assinados — inclusive um acordo de cooperação estratégica entre a russa Gazprom e as japonesas Mitsui e Mitsubishi, além do Banco Japonês para Cooperação Internacional. Hoje, o presidente russo e o primeiro-ministro japonês vão também participar do Diálogo de Negócios russo-japonês.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала