Apesar das ameaças, Times continuará a elaborar artigo revelador sobre Poroshenko

© AFP 2022 / PATRIK STOLLARZPresidente ucraniano Pyotr Poroshenko, 14 de maio de 2014
Presidente ucraniano Pyotr Poroshenko, 14 de maio de 2014 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Maxim Tucker, jornalista da edição britânica Times continuará escrevendo o artigo sobre o presidente ucraniano com informações comprometedoras apesar das ameaças de Poroshenko e de seus advogados.

O jornalista britânico falou do assunto com a edição Ukrainskaya Pravda.

Tucker destacou que o artigo só será publicado se ele conseguir provar as acusações em relação a Poroshenko.

Se trata de acusações feitas pelo deputado ucraniano Aleksandr Onishenko, que denunciou a corrupção na Suprema Rada (parlamento da Ucrânia). Onishenko afirma estar na posse de conversas telefônicas gravadas que provam que Poroshenko "comprou" os votos de deputados.

Pyotr Poroshenko, presidente da Ucrânia - Sputnik Brasil
Poroshenko ameaça processar mídia britânica após acusações de corrupção
Maxim Tucker disse que os advogados lhe ameaçaram com tribunal caso ele divulgue estes materiais. Conforme o jornalista, na carta foi dito que as acusações de Onishenko são falsas e que elas podem prejudicar a reputação do presidente ucraniano.

Tucker assinalou que ficou surpreendido com esta carta. De acordo com dados na posse do jornalista, a iniciativa da carta pertenceu ao próprio Poroshenko.

Entretanto a edição ucraniana Ukrainskaya Pravda também foi acusada de estar interessada do artigo de Maxim Tucker.

O gabinete britânico de advocacia Atkins Thomson comunicou ao jornal ter recebido das autoridades ucranianas o pedido de evitar a publicação das acusações de Onischenko. A Atkins Thomson também declarou que vai impedir quaisquer publicações destes materiais em território europeu.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала