Vice-chanceler russo: Moscou espera que Rússia e EUA consigam chegar a acordo sobre Aleppo

© AFP 2022 / KARAM AL-MASRI Famílias sírias recebem lote de ajuda humanitária em Aleppo
Famílias sírias recebem lote de ajuda humanitária em Aleppo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Moscou e Washington estão discutindo a possibilidade de introdução de uma pausa humanitária na cidade síria de Aleppo, informou na quinta-feira (08) Mikhail Bogdanov, vice-chanceler e porta-voz do presidente russo para a África e Oriente Médio.

Soldado sírio em Aleppo depois da retomada total da parte norte da cidade - Sputnik Brasil
Washington: Kerry e Lavrov discutiram cessar-fogo em Aleppo e acesso de ajuda humanitária
O diplomata russo frisou que no momento os dois países estão discutindo a introdução de uma pausa humanitária em Aleppo e a questão de combate ao terrorismo.

"Agora todos esses assuntos estão sendo discutidos porque estes têm a ver não só com a pausa humanitária, mas também para entendermos o que vamos fazer ao mesmo tempo quanto à luta contra o terrorismo", ressaltou Bogdanov.

"Nós temos esperança. Nós fazemos encontros – tanto os nossos ministros, como os nossos especialistas, por isso tudo está voltado para alcançar um acordo", informou Bogdanov aos jornalistas.

Segundo o ministro, no momento "todos os esforços estão sendo direcionados para alcançar um acordo e definir as alternativas de solução mutuamente vantajosas daqueles problemas que nós estamos enfrentando no combate ao terrorismo e à ajuda humanitária à população".

Esta foto de 5 de dezembro de 2016 mostra o que restou do hospital militar russo atingido por bombardeio em Aleppo - Sputnik Brasil
Moscou: 'Reação da OTAN sobre ataque a hospital em Aleppo é caso claro de padrões duplos'
Bogdanov destacou que o Ocidente está compreendendo cada vez mais que é impossível vencer o terrorismo sem a Rússia. Segundo ele, nenhum país do mundo está completamente a salvo da ameaça do terrorismo. Nestas condições, a criação de uma coalizão global de combate a esse fenômeno assume grande importância para Moscou.

"Essa nossa posição é cada vez mais tida em conta pelos nossos parceiros ocidentais, os quais começam gradualmente a compreender que sem a Rússia é impossível vencer a luta global contra o terrorismo. É por isso que ontem e hoje estão decorrendo contatos, inclusive a nível de chanceleres – entre Segei Lavrov e John Kerry, e entre os nossos especialistas, a fim de elaborar medidas práticas mutuamente aceitáveis que visem reestabelecer a ordem na Síria na região de Aleppo", enfatizou Bogdanov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала