Presidente pede que primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi adie renúncia

© AFP 2022 / GABRIEL BOUYSSergio Mattarella e Matteo Renzi
Sergio Mattarella e Matteo Renzi - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Sergio Mattarella quer tempo para aprovar mudanças na lei eleitoral e encontrar substituto "técnico".

Presidente del Consiglio Matteo Renzi - Sputnik Brasil
Matteo Renzi renuncia na Itália: 'Meu governo termina hoje'
O presidente da Itália, Sergio Mattarella, pediu ao primeiro-ministro, Matteo Renzi, na segunda-feira que adie sua renúncia até a aprovação da Lei Orçamentária de 2017.

Com isso, Renzi fica no no poder por mais alguns dias. Ele anunciou anunciou sua decisão no domingo depois de perder um referendo sobre reformas na Constituição.

"Diante da necessidade de completar o processo parlamentar para a aprovação da Lei Orçamentária, o presidente da República pediu ao primeiro-ministro que adie sua renúncia até que se cumpra esse requisito", diz a nota divulgada pela assessoria da Presidência, confirmando ainda que Renzi aceitou o pedido.

Analistas políticos tentam agora, prever se Mattarella convocará eleições antecipadas. Até agora, a possibilidade provável é que ele nomeie uma personalidade acima dos partidos para que dirija "um governo técnico" encarregado de reformar a atual lei eleitoral.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала