China acusa Reino Unido de envenenar atmosfera do CS da ONU

© AFP 2022 / DON EMMERT Liu Jieyi, representante da China nas Nações Unidas, durante uma reunião do CS da ONU sobre a Síria em julho de 2014
Liu Jieyi, representante da China nas Nações Unidas, durante uma reunião do CS da ONU sobre a Síria em julho de 2014 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O representante da China nas Nações Unidas, Liu Jieyi, acusou o embaixador britânico Matthew Rycroft de distorcer os fatos e "envenenar a atmosfera" no Conselho de Segurança da ONU, em meio a discussões sobre propostas para a crise síria nesta segunda-feira, 5.

Integrantes do Conselho de Segurança da ONU - Sputnik Brasil
Rússia e China bloqueiam resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre Aleppo
Mais cedo, China e Rússia bloquearam uma resolução do CS da ONU, proposta por Egito, Espanha e Nova Zelândia, defendendo um cessar-fogo de pelo menos uma semana na cidade síria de Aleppo, o que desagradou a muitos países ocidentais, incluindo a Grã-Bretanha.

"Que direito ele tem de distorcer a posição de outros países? O Conselho de Segurança é um fórum solene. Não é um lugar no qual ataques sem base podem ser feitos às posições de outros países", disse Liu, se referindo a Rycroft. "Eu gostaria que o representante do Reino Unido acabasse com essa prática de envenenar a atmosfera do Conselho de Segurança e abusar do fórum solene do Conselho". 

Logo após o bloqueio russo e chinês à resolução sobre Aleppo, o embaixador britânico na ONU expressou surpresa com o voto da China, acusando Pequim de ter tomado sua decisão apenas por fidelidade a Bashar Assad, descrito por ele como um ditador que teria matado meio milhão de cidadãos sírios.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала