NASA cria estratégia para proteger Terra de micróbios alienígenas

Nos siga noTelegram
As agências de exploração espacial, tanto hoje em dia como no futuro, enfrentam um grande desafio: proteger a vida na Terra de potenciais micróbios alienígenas e também defender as potenciais criaturas alienígenas de se contaminarem com nossos micróbios.

O meio ambiente de Marte ainda não é conhecido em grande detalhe, o que pode representar uma ameaça às missões humanas a este planeta, segundo diz a investigadora da NASA Catharine Conley. Por exemplo, "o cloro que voa em meio da poeira marciana" poderá ser um perigo para a saúde humana, disse Conley em uma entrevista concedida ao portal Space.com.

"A vantagem de ter humanos no espaço consiste em que eles são muito mais flexíveis do que os robôs, mas eles poderão contaminar Marte com substâncias terrestres", destacou a especialista.

Entretanto, os astronautas terão que garantir que os micróbios extraterrestres não serão trazidos para a Terra de volta, já que eles podem se disseminar sem controlo. Porém, da mesma forma é importante assegurar que os micróbios presentes na Terra não contaminem outros planetas.

Artista retrata o visual de Marte que ele talvez tenha tido um bilhão de anos atrás - Sputnik Brasil
E aí, será que já nevou em Marte?
Preservar a integridade científica das amostras coletadas em planetas como Marte será fundamental para conhecer melhor o processo de formação do Sistema Solar e, eventualmente, saber mais sobre as origens e a evolução da vida na Terra. Tudo isso levou a NASA a publicar um relatório que enumera 25 lacunas nos conhecimentos humanos sobre a proteção dos planetas.

O relatório especifica três áreas primárias onde estas lacunas existem: a influência de micróbios espaciais na saúde humana, a forma como os contaminantes se deslocam em Marte e também entre missões em Marte e na Terra e, por fim, as medidas que possam controlar eventuais contaminações.

"Os recursos que estamos desenvolvendo para os participantes da missão Asteroid Redirect [Desviando um Asteroide] são uma boa plataforma de teste para aqueles recursos que eventualmente podemos criar em Marte", concluiu a cientista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала