Netanyahu agradece a Abbas por ajuda palestina contra incêndios em Israel

© AP Photo / Ariel SchalitThe Mediterranean sea and parts of the city can bee sen through a burned house following wildfires in Haifa, Israel, Friday, Nov. 25, 2016. Israeli firefighters reined in a blaze that had spread across the country's third-largest city and forced tens of thousands of people to flee their homes, but continued to battle more than a dozen other fires around the country for the fourth day in a row.
The Mediterranean sea and parts of the city can bee sen through a burned house following wildfires in Haifa, Israel, Friday, Nov. 25, 2016. Israeli firefighters reined in a blaze that had spread across the country's third-largest city and forced tens of thousands of people to flee their homes, but continued to battle more than a dozen other fires around the country for the fourth day in a row. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, telefonou para o presidente palestino, Mahmoud Abbas, neste sábado, para agradecer pelo apoio fornecido pelos palestinos nas operações para acabar com os recentes incêndios no território israelense.

Segundo a imprensa local, a Palestina enviou oito caminhões e dezenas de bombeiros para o país vizinho para ajudar no combate às chamas. 

"O primeiro ministro Benjamin, nesta noite, contatou o presidente da Autoridade Palestina, Abu Mazen (Abbas), e agradeceu a ele por enviar bombeiros para ajudar na extinção dos incêndios. O premier também aprecia o fato de que judeus e árabes estão igualmente abrindo suas casas para aqueles afetados pelo fogo", diz o comunicado do serviço de imprensa do governo de Israel

Equipes de emergência israelenses, apoiadas por aeronaves especiais fornecidas por outros países, como a Rússia, vêm se esforçando há cinco dias para combater diferentes focos de incêndio por todo o país. Estima-se que mais de 1.850 acres de florestas e áreas rurais tenham sido destruídos pelo fogo, enquanto milhares de pessoas tiveram que deixar suas residências e pelo menos 132 ficaram feridas. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала