Defesa da Rússia: Pausas humanitárias em Aleppo são sabotadas pela ONU

© AFP 2022 / GEORGE OURFALIANTropas governamentais sírias avançam em Khan-Tuman, bairro leste de Aleppo, Síria, 25 de outubro de 2016
Tropas governamentais sírias avançam em Khan-Tuman, bairro leste de Aleppo, Síria, 25 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa russo disse neste sábado (26) que não tem informações confiáveis sobre o suposto acordo das forças da oposição da Síria a respeito do fornecimento de material humanitário a Aleppo Oriental, disse o porta-voz da pasta, general Igor Konashenkov.

Na quinta-feira (24), o assessor humanitário do enviado especial da ONU para a Síria, Jan Egeland, disse que a oposição de Aleppo Oriental havia dado seu apoio por escrito a um plano humanitário de quatro pontos da ONU para a região.

Forças do governo sírio tomam uma posição no bairro 1070 de Aleppo, 8 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
Exército sírio consegue libertar quase todo o baluarte dos militantes em Aleppo
"O Ministério da Defesa russo não tem informações credíveis sobre o suposto acordo da 'oposição armada' a respeito do fornecimento da ajuda humanitária", disse Konashenkov, acrescentando que, além das palavras de Egeland, não há evidências da prontidão da oposição síria, tampouco declarações ou documentos.

O porta-voz do ministério destacou que a Rússia está pronta para apoiar todas as iniciativas, "não só das Nações Unidas", sobre a entrega de ajuda humanitária para "Aleppo Oriental, bem como para outras áreas na Síria".

Além disso, o porta-voz afirmou que a Rússia tem repetidamente introduzido as chamadas pausas humanitárias em Aleppo, mas que todas as vezes elas foram sabotadas por falta de iniciativa dos representantes das Nações Unidas e por ações de terroristas.

"A Rússia tem repetidamente introduzido pausas humanitárias em Aleppo por períodos variados, mas a cada vez elas foram sabotadas por duas razões: a relutância dos representantes das Nações Unidas em prestar ajuda humanitária e a suposta ignorância dos terroristas quanto aos acordos de evacuação de civis de Aleppo", declarou Konashenkov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала