Moscou: coalizão liderada pelos EUA negligencia civis em Mossul

© Sputnik / Hikmet DurgunShabaks curdos abandonam cidades e aldeias perto de Mossul
Shabaks curdos abandonam cidades e aldeias perto de Mossul - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A coalizão internacional liderada pelos EUA não está se preocupando com a segurança de civis durante a operação para libertação de Mossul, no Iraque, declarou hoje (24) o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia para assuntos de direitos humanos, democracia e direito, Konstantin Dolgov.

"Destacamos diversas vezes que as operações antiterroristas devem levar em conta questões relativas à segurança da população civil. Rússia e autoridades sírias fazem isso em Aleppo. Quanto a Mossul, até onde sabemos, as ações militares se aproximam muito perto de bairros civis e, sem dúvida, a saída dos habitantes irá somente aumentar. O problema, é que essa saída não é organizada" – disse Dolgov em entrevista ao jornal russo Izvestia.

Nas suas palavras, "existe o perigo de prejuízos crescente para a população civil, se não houver uma devida preocupação com a sua segurança; até onde nós entendemos, a coalizão não cuida disso".

As forças iraquianas fazem o primeiro avanço dentro da cidade de Mossul na terceira semana de ofensiva - Sputnik Brasil
Tropas iraquianas libertam bairros no leste e no sul de Mossul
A operação de libertação do Iraque está sendo realizada por várias estruturas militares e de segurança do Iraque com ajuda da aviação da coalizão internacional liderada pelos EUA. A cidade está sendo assaltada de norte e de leste pelo exército e destacamentos antiterroristas que conseguiram entrar em uma série de bairros de Mossul.

A operação de libertação de Mossul dos terroristas do Daesh, que a capturaram em 2014, decorre desde 17 de outubro.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала