Chefe da Marinha da Estônia renuncia após escândalo de contrabando de álcool e cigarros

© AP Photo / Gero BreloerNavios da Noruega, Bélgica, Holanda e Estônia em destacamento da OTAN no Báltico
Navios da Noruega, Bélgica, Holanda e Estônia em destacamento da OTAN no Báltico - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O comandante da Marinha da Estônia renunciou ao cargo depois que autoridades aduaneiras encontraram álcool e cigarros contrabandeados a bordo de um navio estoniano que participava de operações da OTAN no mar Báltico.

Primeiro-ministro estoniano, Taavi Roivas (esquerda), e o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg (direita) após ter acordado a presença da Aliança Atlântica na base aérea de Amari, na Estônia, em novembro de 2014. - Sputnik Brasil
Ministro da Defesa francês prometeu soldados e tanques para reforçar OTAN na Estônia
O Ministério da Defesa da Estônia disse nesta quarta-feira (23) que o capitão Sten Sepper assumiu a total responsabilidade pelos 56 casos de cigarros não declarados e pelos 1.000 litros de bebidas alcoólicas não declaradas que os funcionários alfandegários apreenderam a bordo da embarcação estoniana Sakala no início deste mês. 

Sepper apresentou sua renúncia ao ministro da Defesa Hannes Hanso, que descreveu o incidente como "inaceitável". O comandante do Sakala também anunciou sua renúncia. As autoridades não divulgaram detalhes sobre onde o contrabando foi capturado ou para onde ele estava sendo levado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала