Turquia pede à OTAN zona de exclusão aérea no Curdistão sírio

© AFP 2022 / ADEM ALTAN / AFPPresidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan durante discurso
Presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan durante discurso - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, voltou a pedir nesta segunda-feira (21) que os EUA e outras nações aliadas reavaliem a proposta de seu país para a criação de uma zona de exclusão aérea no norte da Síria, onde fica o chamado Curdistão sírio.

Ofensiva da Turquia na Síria - Sputnik Brasil
Turquia vs. curdos sírios: disputa entre dois lados tem um claro vencedor, os EUA
Discursando em uma reunião da Assembleia Parlamentar da OTAN em Istambul, Erdogan criticou novamente a dependência dos aliados ocidentais em relação aos combatentes curdos da Síria para lutar contra o grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico). 

Ancara olha para os combatentes curdos sírios apoiados pelos EUA como uma extensão dos militantes curdos que atuam na própria Turquia, e classifica a luta pela autonomia curda no sudeste do país como atividade terrorista. 

"Espero que, no processo vindouro, isto seja reavaliado, especialmente pelos EUA, e que medidas positivas serão tomadas para que a espinha do terrorismo seja quebrada e a Turquia se veja livre da ameaça do terrorismo".


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала