Sem dispenar acusações, EUA reconhecem que não sabem quem ataca hospitais na Síria

© East News / AP Photo/Manuel Balce CenetaJohn Kirby
John Kirby - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O porta-voz do Departamento do Estado dos EUA, John Kirby, declarou que o orgão não sabe quem realiza ataques contra hospitais, mas sugere que sejam aeronaves do governo sírio ou russo.

"Este não é o John Kirby que diz, mas são as organizações humanitárias", disse Kirby.

Tropas governamentais sírias avançam em Khan-Tuman, bairro leste de Aleppo, Síria, 25 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Defesa russa explica por que acusações sobre hospitais atacados em Aleppo são falsas
"Eu não posso falar pelos militares russos ou sírios, não sei, de quem são os aviões que atacam estes hospitais. E não importa quem joga as bombas — são aviões russos ou sírios. Isto deve terminar", disse Kirby. 

O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, por sua vez, declarou que organizações internacionais que tem a localização de pontos de ajuda médica em áreas controladas por rebeldes da Síria não possuem os dados sobre quem realiza os ataques contra hospitais. 

Segundo ele, a destruição de hospitais e "clínicas móveis" por bombardeios em Aleppo existe apenas na imaginação do porta-voz do Departamento de Estado dos EUA.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала