Lavrov e Kerry se reúnem em Lima às margens da APEC

© AFP 2022 / JONATHAN ERNST / POOLMinistro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov e o Secretário de Estado norte-americano John Kerry na reunião bilateral nas margens da reunião dos ministros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Belgrado, Sérvia, 3 de dezembro de 2015
Ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov e o Secretário de Estado norte-americano John Kerry na reunião bilateral nas margens da reunião dos ministros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Belgrado, Sérvia, 3 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, promovem nesta quinta-feira (17) um encontro bilateral, em Lima, no Peru, às margens da cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC).

De acordo com a chancelaria russa, os principais temas da reunião serão Síria, crise ucraniana e relações russo-americanas, incluindo a questão da recente ampliação da lista de sanções anti-russas pelos EUA.

John Kirby, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA - Sputnik Brasil
Rússia indignada com segregação de jornalistas em 'corretos e incorretos' pelos EUA
Trata-se do primeiro encontro entre Lavrov e Kerry desde a vitória do republicano Donald Trump nas eleições presidenciais americanas. O mais recente encontro havia sido realizado por ambos em 15 de outubro, no âmbito de uma reunião multilateral sobre Síria, em Lausanne.

De acordo com o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Milkhail Bogdanov, os lados deverão abordar todas as questões relativas ao tema da Síria, incluindo a coordenação de esforços conjuntos para a regulação do conflito no país árabe.

Na véspera do encontro de hoje, mídias ocidentais publicaram novas informações sobre supostos ataques aéreos da Rússia em Aleppo, na Síria, enquanto o Departamento de Estado dos EUA acusou Moscou e Damasco de violar o direito internacional. A chancelaria russa tachou as acusações de infundadas. O Ministério da Defesa russo, por sua vez, declarou que a Rússia não realiza ataques em Aleppo há 29 dias.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала