Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Seguindo exemplo da Rússia, Filipinas podem abandonar Tribunal Penal Internacional

© REUTERS / Lean DavalPresidente das Filipinas Rodrigo Duterte
Presidente das Filipinas Rodrigo Duterte - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente filipino Rodrigo Duterte anunciou que, após a Rússia, o seu país poderá abandonar o Tribunal Penal Internacional (TPI) informa a agência Reuters.

Segundo a fonte, comentando sua próxima visita a Lima, no Peru, para participar da cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC), o líder filipino frisou que as Filipinas poderão seguir o exemplo da Rússia e abandonar o TPI. De acordo com Duterte, a razão para isso são as críticas por parte dos países ocidentais em relação à campanha de combate às drogas realizada no país, que provocou a morte de mais de dois mil traficantes.

Além disso, Duterte, citado pelo portal GMA News, destacou na quinta-feira (17) que, caso a Rússia e a China decidam criar "uma nova ordem", as Filipinas serão o primeiro país a apoiar essa iniciativa.

Sede do Tribunal Penal Internacional em Haia - Sputnik Brasil
Rússia abandona Estatuto de Roma do Tribunal Penal Internacional
Antes Duterte tinha pedido uma reunião com o presidente russo Vladimir Putin na próxima cúpula da APEC no Peru, esperando que as Filipinas e a Rússia se tornem "os melhores amigos".

No dia 16 de novembro Putin assinou o decreto segundo o qual a Rússia abandona o Estatuto de Roma do TPI. O Estatuto de Roma, que entrou em vigor em 2002, é a base da atividade do TPI. A Rússia assinou o tratado em 2000, mas não o ratificou até o momento. Assim, a jurisdição do TPI não se estende à Rússia, nem aos EUA, China, Ucrânia e a vários outros países.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала