- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manifestantes invadem Câmara pedindo intervenção militar

© Foto / Lucio Bernardo Jr/Câmara dos DeputadosManifestantes invadem o plenário da Câmara
Manifestantes invadem o plenário da Câmara - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um grupo com cerca de 50 pessoas de 10 estados invadiu nesta quarta-feira (16) o plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília gritando por intervenção militar. Houve tumulto e a sessão teve que ser suspensa e o local fechado.

A invasão aconteceu quando os deputados discursavam à espera de quórum para o início da Ordem do Dia da sessão extraordinária. O grupo acessou o Salão Verde como visitantes, empurraram três seguranças, que estavam no local, e invadiram o plenário gritando palavras de ordem, como 'Viva Sergio Moro', 'Nossa bandeira nunca será vermelha' e 'Queremos general' . Na confusão, a porta de vidro de acesso ao plenário foi quebrada, a bandeira do Brasil, que fica no plenário, foi retirada e jogada no chão e um segurança ficou ferido.

© Luis Macedo/Câmara dos DeputadosPorta de Vidro de acesso ao Plenário destuída
Porta de Vidro de acesso ao Plenário destuída - Sputnik Brasil
Porta de Vidro de acesso ao Plenário destuída

Após suspender os trabalhos, o 1º vice-presidente da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), pediu à Polícia Legislativa que ajudasse na remoção dos manifestantes, que se colocaram ao redor da mesa de onde os membros da Mesa Diretora comandam os trabalhos na Casa. 

Os Deputados tentaram conversar com os manifestantes para deixarem o local. O vice-líder do PMDB, deputado Darcísio Perondi (RS), informou que o grupo apresentou uma pauta de reivindicações, onde pedem o fim dos super salários, fim da corrupção, intervenção militar e pedem ainda a presença de um general para negociar a saída deles do plenário. Segundo o deputado, os manifestantes se denominam integrantes de um grupo chamado Intervencionistas, e a mobilização foi feita por meio das redes sociais.

Já o deputado Marcos Rogério (DEM-RO), disse que a polícia legislativa pediu aos parlamentares que deixassem o local por segurança, pois há informação de que alguns manifestantes estariam armados.  A Polícia Legislativa também retirou os jornalistas do plenário e das galerias alegando segurança e a imprensa foi para o Salão Verde, do lado de fora.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала