Premiê japonês: o país continuará seguindo rumo antinuclear

© REUTERS / Issei KatoPrimeiro-ministro do Japão Shinzo Abe durante discurso em Tóquio
Primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe durante discurso em Tóquio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Japão continuará seu curso antinuclear, declarou o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, na segunda-feira (14).

Vale lembrar que anteriormente, durante a sua campanha eleitoral, o presidente recém-eleito, Donald Trump, sugeriu o repasse de armas nucleares ao Japão e à Coreia do Sul para garantir a segurança dos mesmos.

"Os três princípios antinucleares representam a política governamental do nosso país, e continuaremos cumprindo-os de agora em diante", informou a agência Kyodo, citando a declaração de Abe.

Soldado do Exército da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Japão e Cazaquistão pedem que Pyongyang desista de seu programa nuclear
"Três princípios antinucleares" do Japão significam que o país não vai nem possuir, nem produzir e nem importar armas nucleares.

Além disso, o premiê japonês discursou em audiências especiais no parlamento do Japão dedicadas à criação da Parceria Transpacífico (TPP) que prevê o livre comércio no Círculo Pacífico.

Anteriormente, foi informado que o Japão deseja que o acordo de parceria com os EUA seja iniciado o mais rápido possível. Porém, durante a corrida presidencial, Trump se opôs à iniciativa de livre comércio na região por acreditar que tal passo poderia prejudicar os interesses nacionais norte-americanos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала