Crimeia fornece gás para cidade ucraniana sob ordem de Vladimir Putin

© AFP 2022 / ANDREY GOLOVANOVA worker of Russian gas and oil giant Gazprom works on February 18, 2015 in Novoprtovskoye oil and gas condensates oilfield at Cape Kamenny in the Gulf of Ob shore line in the south-east of a peninsular in the Yamalo-Nenets Autonomous District, 250 km north of the town of Nadym, northern Russia
A worker of Russian gas and oil giant Gazprom works on February 18, 2015 in Novoprtovskoye oil and gas condensates oilfield at Cape Kamenny in the Gulf of Ob shore line in the south-east of a peninsular in the Yamalo-Nenets Autonomous District, 250 km north of the town of Nadym, northern Russia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A República da Crimeia começou a fornecer gás, neste sábado, para uma cidade do sul da Ucrânia gravemente afetada pela escassez de energia, segundo informou o governo da região em um comunicado.

Cristine Lagarde, diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) - Sputnik Brasil
O inverno está chegando: FMI vai salvar a Ucrânia?
Anteriormente, o presidente russo, Vladimir Putin, havia pedido às autoridades locais que enviassem gás para a população de Henichesk, que solicitou ajuda à Rússia para lidar com a situação.

"Depois da implementação de todas as atividades técnicas e de escala, o engenheiro-chefe dos principais gasodutos da Chernomorneftegaz ligou a válvula. O gás está sendo fornecido", diz a nota, acrescentando que o fornecimento teve início às 20h28, horário local.  

Em janeiro deste ano, em pleno e rigoroso inverno, os moradores de Henichesk também tiveram que recorrer à Rússia depois que as autoridades energéticas da Ucrânia não conseguiram fornecer quantidade de gás suficiente para manter a cidade aquecida. O pedido, feito pelo prefeito Aleksandr Tulupov, foi atendido. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала