Israel combaterá terrorismo ao lado da Rússia

© Foto / PixabayBandeiras israelenses
Bandeiras israelenses - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Israel está disposto a estreitar e ampliar a cooperação com a Rússia na área de combate ao terrorismo, disse o presidente do Comitê de Assuntos Internacionais e Defesa do Knesset, Avi Dichter, na segunda-feira (7).

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu durante a reunião no Kremlin. 21 de abril, 2016 - Sputnik Brasil
Netanyahu: Visita de Medvedev prova reforço das relações entre Rússia e Israel
"Nosso denominador comum com a Rússia quanto à luta ao terrorismo é grande, e, no decorrer dos próximos dois dias da nossa visita a Moscou, nós vamos procurar ampliá-lo", disse Dichter durante a reunião conjunta dos comitês do Knesset e do Conselho da Federação russo.

Segundo Dichter, durante sua visita a Moscou, a delegação parlamentar israelense planeja abordar questões que interessem tanto à Rússia como a Israel.

"Hoje em dia, quando a Força Aeroespacial russa está atuando em nossa região, na Síria em particular, ou seja, na altura em que tanto os militares israelenses como os russos estão efetuando operações no espaço aéreo, estamos preocupados com medidas de segurança para evitarmos incidentes", frisou.

Presidente russo Vladimir Putin antes da reunião com o primeiro-ministro de Israel Bejamin Netanyahu na sua residência em Sochi, Rússia, maio de 2013 - Sputnik Brasil
Mídia de Israel prevê conflito entre Moscou e Tel Aviv
Ao lembrar que a nação israelense lida com a questão de terrorismo já há 45 anos, Avi Dichter destacou que “o terror não tem limites”, porém “há países que lutam contra terrorismo e há aqueles que o apoiam”.

“A cooperação dos países que combatem o terrorismo é a receita do sucesso”, sublinhou o parlamentar.

Durante a visita, os deputados do Knesset estão dispostos a explicar à Rússia “quem são os inimigos de Israel”, adiantou. De acordo com ele, um dos maiores desafios à segurança de Israel provê do Irã, mas “as autoridades russas não pensam assim, e, por isso temos de apresentar-lhes provas”.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала