Vídeo sobre 'Estado Islâmico da Alemanha' abala o país

© AFP 2022 / Julian Stratenschulte/dpaPoliciais alemães
Policiais alemães - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um vídeo sobre o ‘Estado Islâmico da Alemanha’, que descreve o futuro do país caso este passe a ser controlado por islamistas, provocou uma onda de indignação por parte da mídia alemã, comunica a agência de notícias russa RIA Novosti.

A gravação representa, em particular, as curiosidades mais conhecidas da Alemanha, tais como o Portão de Brandemburgo coberto com a bandeira do Daesh e a Catedral de Colônia ‘decorada’ com a lua crescente e uma estrela. Os criadores do vídeo também não deixaram de lado o festival alemão Oktoberfest. Na opinião deles, carne suína e álcool serão banidos neste evento. O vídeo foi criado pela organização conservadora norte-americana Secure America Now.

A revista alemã Stern chama o vídeo de ‘absurdo’. Um colunista até manifesta que há ligação entre o vídeo e as eleições presidenciais norte-americanas.
“As imagens extravagantes usadas neste vídeo visam influir na escolha dos eleitores norte-americanos, embora o chefe da organização (Secure America Now) o desminta oficialmente”, afirma o autor.

O Huffington Post também considerou que este vídeo esteja relacionado com a corrida presidencial nos EUA. Segundo diz o jornalista, os criadores do vídeo têm alguma ligação com o Partido Republicano.

"Catedral de Colônia com luas crescentes em ambas as flechas, Oktoberfest com placas em árabe e, claro, sem carne suína e álcool – é assim que os simpatizantes de Trump imaginam a Alemanha em um futuro próximo", diz o artigo.

Policiais realizam operação na estação de trem de Chemnitz - Sputnik Brasil
Autoridades da Alemanha procuram por jovem sírio suspeito de planejar ataque terrorista
O tabloide alemão Bild publicou uma matéria intitulada ‘Trump está usando vídeo estranho e assustador na corrida presidencial’, cujos autores consideram que a ideia principal do vídeo pode ser resumida assim: “Jihadistas corajosos conseguiram conquistar Alemanha e alargar o califado. Cuidado, EUA, o vosso país deve evitar o mesmo destino!”

O Berliner Morgenpost chamou a gravação de ‘louca’ e ‘absurda’. Entretanto, o jornal conseguiu falar com o chefe da Secure America Now Vincent Harris. Este comunicou que está interessado neste tema por seus pais serem alemães e afirmou que o vídeo não tem nada que ver com as eleições nos EUA.  

Ao contrário da mídia alemã, os usuários das redes sociais são menos unânimes.  Uns acham que Trump é simplesmente ‘maluco’, enquanto outros manifestam que ele de fato ‘tem razão’ e que o vídeo não pode ser chamado de ‘injustificado’.

“Trump, você é maluco”

​“Simplesmente maluco”

“Ele tem razão”

​“Será que este vídeo pode provocar receio no meio da população? Sim. Será que este receio pode ser chamado de injustificado? Não!”

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала