Putin: Rússia precisa de autoridade federal para promover integração de imigrantes

© Sputnik / Aleksei DruzhininVladimir Putin discursa no âmbito do Fórum do Banco VTB, 12 de outurbro de 2016
Vladimir Putin discursa no âmbito do Fórum do Banco VTB, 12 de outurbro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, defendeu nesta segunda-feira (31) a necessidade de designar uma autoridade federal responsável pela integração social e cultural dos imigrantes no país.

"Uma atenção especial deve ser dada ao desenvolvimento da legislação no domínio da política nacional de Estado, incluindo a questão da adaptação social e cultural dos imigrantes", disse Putin.

Ele acrescentou que a integração dos estrangeiros precisava ser guiada por leis especiais e profissionais com experiência neste campo.

"Atualmente, esta área não dispõe de normas legais adequadas, instrumentos organizacionais e econômicos. É necessário definir a autoridade federal responsável por esta área, e especialistas no campo também são necessários", afirmou o presidente russo.

Migrants walk north on the highway in Southern Denmark, Wednesday, Sept. 9, 2015 - Sputnik Brasil
Políticos dinamarqueses distribuem spray contra imigrantes
Putin participou nesta segunda-feira de uma reunião do Conselho Presidencial para Relações Interétnicas, um órgão consultivo encarregado de melhorar a política de Estado em um país formado por dezenas de grupos étnicos diferentes (as estimativas variam entre 93 e 169).

Ele ressaltou o papel de organizações sem fins lucrativos da Rússia que trabalham com organizações interétnicas para preservar a diversidade étnica e cultural do país.

"Os serviços que elas prestam ainda não foram adicionados à lista de atividades que beneficiam a sociedade e, portanto, elas não podem usufruir dos benefícios dados às organizações de cunho social. Isso pode ser um problema", disse o presidente.

Putin também criticou a política de imigração da Europa como não sendo “o melhor" caminho para lidar com o problema, fato evidenciado pelo aumento dos crimes atribuídos aos imigrantes que chegam à União Europeia.

"Vamos proceder a partir de nossa própria experiência, porque a experiência europeia não parece ser a melhor opção no momento", disse ele.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала