Ataque químico deixa mortos e feridos na Síria

© REUTERS / Abdalrhman IsmailUm dos bairros da cidade de Aleppo, 1 de outubro de 2016
Um dos bairros da cidade de Aleppo, 1 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa russo informou que um ataque com armas químicas matou dois militares sírios e deixou pelo menos 37 civis feridos.

"Em 30 de outubro, grupos armados ilegais realizaram bombardeios equipados com uma substância venenosa nas regiões de Al Hamdaniya e Dahiyat al Asad, na cidade de Aleppo", disse o ministério em seu site. "Dois recrutas militares sírios foram mortos. Pelo menos 37 civis ficaram feridos".

Integrantes do Conselho de Segurança da ONU - Sputnik Brasil
ONU aprova extensão da missão conjunta sobre o uso de armas químicas na Síria
Um comunicado divulgado pelo Ministério das Relações Exteriores russo nesta segunda-feira (31) condenou os ataques, dizendo que "esta instância de combate com uso de produtos químicos pelos terroristas contra os civis não é, infelizmente, um caso isolado". 

"Nós condenamos fortemente o ataque terrorista usando substâncias tóxicas contra os civis em Aleppo", afirmou a diplomacia russa. 

A liderança do Exército Árabe da Síria emitiu uma declaração mais cedo dizendo que a Frente al-Nusra matou pelo menos 84 pessoas e feriu 280 em Aleppo durante os últimos três dias, aproveitando o cessar-fogo.

Os terroristas da Frente al-Nusra (organização proibida na Rússia) e outros grupos rebeldes aliados ao grupo, lançaram uma ofensiva no sudoeste de Aleppo na última sexta-feira. Por mais de três dias, os terroristas vêm atacando áreas residenciais em Aleppo. 


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала