Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Embraer admite ter pago propina para vender aviões no exterior

© Associated PressEmbraer
Embraer - Sputnik Brasil
Nos siga no
O que era apenas uma denúncia formulada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP) agora é oficial: a Embraer, maior empresa de aeronáutica do Brasil, reconheceu pagamento de vantagens indevidas no exterior para venda de aparelhos na República Dominicana, Arábia Saudita, Moçambique e Índia.

A empresa acertou o pagamento de R$ 64 milhões para encerrar a investigação em curso na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e no Ministério Público Federal (MPF) em contratos de compra e venda de aeronaves SuperTucano realizadas em 2007, 2008 e 2010. A empresa também reconhece ter contratado um representante comercial para vender aviões na Índia, o que é proibido pela legislação local. Só em pagamentos a funcionários públicos na República Dominicana, a Embraer admite ter pago US$ 5,97 milhões em propinas. 

A companhia vendeu inicialmente U$ 92 milhões correspondentes a oito SuperTucanos. Em 2014, a CVM iniciou as investigações, após ter recebido denúncia do MPF. O negócio também vinha sendo investigado no Departamento de Justiça dos Estados Unidos e na Securities and Exchange Comission (SEC), órgão semelhante a CVM. Posteriormente negócios da empresa também foram rastreados em Moçambique, na Arábia Saudita e na Índia. Nos EUA, a Embraer também pode receber outra multa. O “Wall Street Journal” chegou a publicar matérias com essas denúncias.

No mês passado, por ocasião do anúncio do Plano de Demissão Voluntária (PDV) da Embraer, a Sputnik Brasil ouviu o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo que denunciava que o objetivo do PDV não era economia de custos, mas de provisão de recursos para um eventual pagamento de multa no Brasil referentes àqueles negócios. Na ocasião, a empresa enviou nota oficial negando que o plano tivesse como objetivo economizar US$ 200 milhões, após ter anunciado prejuízo de R$ 337 milhões no segundo trimestre deste ano.

O PDV foi assinado por 1.470 funcionários, quase a metade formada por metalúrgicos, o que equivale a cerca de 10% do efetivo total da empresa. Além da sede em São José dos Campos, a Embraer tem fábricas também em Taubaté, Sorocaba, Botucatu e Gavião Peixoto, todas em São Paulo. Além disso, a empresa anunciou férias coletivas de 24 de outubro a 22 de novembro para funcionários dos setores de aviação executiva e comercial. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала