Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Sniper do Daesh mata jornalista iraquiano em Kirkuk

Nos siga no
Terroristas do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) lançaram nesta sexta-feira (21) um ataque contra a cidade de Kirkuk, no norte do Iraque, que já matou mais de 20 pessoas.

Segundo reportou a AFP no Twitter, citando fontes da polícia, um franco-atirador do grupo terrorista matou um jornalista iraquiano na cidade.

​Posteriormente, o canal de televisão local Turkmeneli anunciou que o sniper matara um de seus repórteres, Ahmet Hacioglu, que cobria os confrontos em Kirkuk, segundo averiguou a AP.

O que acontece em Kirkuk?

Veículos blindados das forças peshmerga no local de ataque do Daesh na província de Kirkuk no norte do Iraque, 21 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Forças iraquianas repelem ataque do grupo terrorista Daesh em Kirkuk no norte do Iraque
Nesta sexta-feira, os jihadistas do chamado califado islâmico se armaram com fuzis e explosivos e atacaram vários alvos do governo na cidade de Kirkuk, no norte do Iraque, matando pelo menos 22 pessoas.

Pelo menos cinco carros-bomba atacaram alvos do governo na cidade, incluindo a sede da polícia.

Além disso, três terroristas com coletes explosivos atacaram uma usina de energia governamental na cidade de Dibis, perto de Kirkuk.

O portal Rudaw também relata que os militantes estão invadindo casas e mesquitas e capturando civis como reféns na cidade.

Estado de emergência

Após o ataque, as autoridades locais declararam estado de emergência.  As mesquitas de Kirkuk permanecem fechadas.

No entanto, o governador da cidade, Najm al-Din Karim, tem insistido que os combatentes curdos e as forças antiterroristas estão controlando a situação.

Uma tentativa de desviar a atenção de Mossul?

Forças iraquianas passam no deserto no âmbito de operação de libertação de Mossul, Iraque, 20 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
'Libertação de Mossul pode levar a Terceira Guerra Mundial'
O assalto jihadista em Kirkuk, localizada a 170 quilômetros de Mossul, acontece poucos dias depois de o exército iraquiano e as milícias pró-governamentais terem iniciado uma ofensiva para libertar Mossul, um dos principais redutos do Estado Islâmico, com o apoio da Força Aérea da coalizão antiterrorista liderada pelos EUA.

Segundo a AFP, os terroristas estariam atacando Kirkuk para desviar a atenção das autoridades da batalha por Mossul.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала