Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Tusk disse que líderes da UE condenaram as ações da Síria e da Rússia em Aleppo

© AFP 2021 / EMMANUEL DUNANDDonald Tusk, presidente do Conselho Europeu
Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, declarou que os líderes de países-membros da União Europeia condenaram as ações do exercito da Síria e das forças aéreas da Rússia em Aleppo e destacaram estarem prontos para quaisquer medidas em reação aos próximos passos de Damasco e Moscou no Oriente Médio.

Vladimir Putin e Angela Merkel - Sputnik Brasil
Merkel: sanções contra Rússia só se a intensidade de ataques em Aleppo permanecer a mesma
Os EUA e outros países do Ocidente acusam Moscou e Damasco de realizar ataques aéreos contra população civil e contra as forças da oposição “moderada” na Síria. No entanto, até o presente momento nenhuma prova dessas afirmações foi apresentada. Síria e Rússia insistem estarem atacando somente os terroristas e acusam os EUA de descumprir o compromisso de separar as forças da oposição “moderada” das tropas de grupos terroristas.

“Eles (os líderes) condenaram de modo enérgico os ataques do regime sírio e de seus aliados, inclusive da Rússia, contra a população civil de Aleppo. UE apela para o fim da violência e imediato cessar dos combates. Todas as possíveis opções de medidas serão avaliadas, se a violência continuar”, disse Tusk aos jornalistas após o fim do primeiro dia da cúpula da UE em Bruxelas. 

O anúncio foi feito no contexto da “pausa humanitária” que teve início em Aleppo na manhã desta quinta-feira, dia 20 de outubro. 

Ban Ki-moon abre a 70 sessão da Assembleia Geral da ONU - Sputnik Brasil
Secretário-Geral da ONU elogia Rússia pelo cessar-fogo em Aleppo
As forças aeroespaciais da Rússia e as tropas do governo sírio não estão atacando os terroristas, para permitir a saída de civis e de combatentes da cidade, através dos assim denominados corredores humanitários. Atualmente, oito corredores humanitários para evacuação da cidade estão em funcionamento. Seis para civis e dois para combatentes. Segundo o ministério da Defesa da Rússia, todos os corredores estão sofreste constantes ataques praticados por militantes terroristas.

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, informou nesta quinta-feira que, por determinação do presidente Vladimir Putin, a “pausa humanitária” em Aleppo foi prorrogada por mais um dia. Damasco confirmou a prorrogação.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала