Presidente do Iêmen apoia a trégua de 72 horas com os houthis

© AFP 2022 / Abdullah al-QadryA guerra civil no Iêmen já provocou quase cinco mil mortes.
A guerra civil no Iêmen já provocou quase cinco mil mortes. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Iêmen, Abd Rabbuh Mansur Hadi, apoiou a trégua de 72 horas com os rebeldes houthis. A anúncio foi feito pelo ministro das Relações Exteriores, Abdel Malek al-Meklafi.

O chanceler iemenita, citado pela Reuters, disse que o presidente não descartou a possível extensão da trégua.

Resultado de bombardeios da coalizão liderada pela Arábia Saudita no Iêmen - Sanaa, 8 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
HRW: EUA não entraram agora na guerra do Iêmen - estão lá desde o início
Anteriormente, os Estados Unidos, Reino Unido e a ONU pediram a adoção de um cessar-fogo imediato no Iêmen. A Arábia Saudita também apoiou a trégua. 

O Iêmen se encontra mergulhado em um grande conflito desde 2014, com forças houthis aliadas do ex-presidente Ali Abdullah Saleh combatendo contra tropas leais ao presidente Abd Rabbo Mansour Hadi, apoiado por uma coalizão militar de países árabes liderada pela Arábia Saudita.

O conflito já causou a morte de mais de 4 mil civis entre março de 2015 e outubro de 2016, segundo a ONU. 

As conversações para solucionar o conflito iemenita começaram sob os auspícios da ONU em 21 de abril, mas foram interrompidas em agosto sem nenhum resultado alcançado. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала