Estado-maior russo: mais de 130 crianças foram mortas em Aleppo desde setembro

© Sputnik / Mikhail AlaeddinCidade síria de Aleppo, 3 de setembro de 2016
Cidade síria de Aleppo, 3 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais de 130 crianças foram mortas durante ataques de terroristas em Aleppo desde setembro, revelou o chefe de Operações do Estado-Maior Geral da Rússia, tenente-general Sergei Rudskoy.

Homens com crianças fogem dos bombardeios em Aleppo, 11 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Terroristas executaram 10 civis que tentaram sair de Aleppo, diz general russo
"Em 13 de outubro, um ataque de morteiro nos arredores de Sulaimaniyah (em Aleppo) matou sete alunos de uma escola. No total, desde o início de setembro, mais de 130 crianças morreram em ataques de terroristas", disse o general russo.

Rudskoi salientou que os ataques a edifícios de importância social, escolas, mesquitas e mercados em Aleppo, se tornaram sistemáticos.

Ele alegou que esses ataques não têm recebido a devida atenção de países ocidentais.

"Eles não querem ver esses crimes, nem reagir”, lamentou o militar.

A escalada das hostilidades no leste de Aleppo, onde cerca de 275 mil civis continuam sitiados, provocou semanas centenas de mortes e feridos nas últimas semanas, de acordo com dados da ONU.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала