Premiê do Iraque anuncia início da ofensiva para libertar Mossul do Daesh

© REUTERS / Ahmed SaadIraqi security forces ride in vehicles travelling to Mosul to fight against militants of Islamic State at an Iraqi army base in Camp Taji in Baghdad, February 21, 2016
Iraqi security forces ride in vehicles travelling to Mosul to fight against militants of Islamic State at an Iraqi army base in Camp Taji in Baghdad, February 21, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anunciou hoje (16) o início da operação militar para libertar a cidade de Mossul, no norte do Iraque, da ocupação do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico – proibido na Rússia e em diversos países).

US Army soldiers representing units participating in the the Anaconda-16 military exercise, attend the opening ceremony, in Warsaw, Poland, Monday, June 6, 2016. - Sputnik Brasil
EUA enviam mais 500 militares para o Iraque
O início da ofensiva foi anunciado pelo premiê através de um discurso transmitido pela televisão.

Mossul, com quase 700 mil habitantes, é a capital da província de Ninawa e a segunda maior cidade do Iraque. Exército iraquiano, milícias xiitas e curdos, apoiados pelas forças aéreas da coalizão internacional liderada pelos EUA, tentam, desde o mês de março, libertar a cidade do Daesh, que ocupou Mosul em junho de 2014.

Neste sábado (15), de acordo com a agência Anadolu, militares americanos deram início a ataques contra posições do Daesh em Mossul. Segundo informaram fontes iraquianas à Sputnik, os ataques eram parte da preparação para a ofensiva anunciada hoje.

Representante do Partido Democrata do Curdistão em Mossul, Said Mamuzini - Sputnik Brasil
Durante operação em Mossul extremistas do Daesh poderão fugir para Síria
No início deste mês, o chefe do Comité de Segurança da província de Ninawa, Mohamed Ibrahim al Bayati, declarou que a operação de libertação de Mosul seria “rápida e inesperada”, aproveitando o fator de velocidade e surpresa para frustrar os jihadistas.

Comentando a crescente aproximação das forças iraquianas  de Mossul, considerado o principal reduto do Daesh, Pentágono alertou para o provável uso de armas químicas pelos terroristas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала