Moscou desaprova ideia de convenção que proíba armas nucleares

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensMinistério das Relações Exteriores da Rússia
Ministério das Relações Exteriores da Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia não apoia a iniciativa de preparação de uma convenção sobre a proibição das armas nucleares, disse o diretor do departamento russo de não proliferação e controle de armamentos do Ministério do Exterior russo, Mikhail Ulyanov.

C-400 Triumph mísseis defendam o espaço aéreo de Moscou e do região central da Rússia - Sputnik Brasil
Chancelaria russa: contatos com EUA na área de desarmamento se tornam menos produtivos
Durante a atual sessão da Assembleia Geral da ONU, será analisada uma resolução para a proibição das armas nucleares que vai lançar as negociações de uma convenção proibindo armas nucleares.

"Tudo isso parece não fazer sentido, porque os países não-nucleares querem proibir aquilo que eles não têm, e os detentores de armas nucleares, praticamente todos, penso eu, não pretendem participar das negociações", comentou Ulyanov Falando com jornalistas.

Estes passos, disse ele, podem causar danos ao Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (TNP) porque surgem dois "regimes paralelos": um reconhece a legitimidade das armas nucleares nas mãos do quinteto, e outro põe isso em dúvida.

Questionado se tal convenção seria apoiada por outros países que possuem oficialmente armas nucleares, Mikhail Ulyanov respondeu: "Claro que não."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала