Russa recebe coroa por face mais bela do mundo

Nos siga noTelegram
O concurso internacional Face de Beleza foi realizado na Mongólia entre 27 de setembro e 9 de outubro. A participante russa Alena Raeva, que agora tem o título de “Face mais bela do mundo 2016”, partilhou com a Sputnik Internacional da sua visão do concurso.

Miss Trans Star Internacional 2016 com a brasileira Rafaela Manfrini, ao centro - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Brasileira vence Miss Trans Star Internacional e luta contra transfobia
O concurso teve lugar na cidade de Ulan Bator e contou com participantes de 60 países, que fazem parte de tais etapas do evento como os concursos esportivo, criativo, em biquíni e um show de trajes nacionais, contou Alena.

"Eu sempre estive entre as 15 primeiras em cada concurso, tive boa sorte", disse Alena à Sputnik.

A garota tem 22 anos e vive na cidade de Krasnoyarsk. Ela trabalha como jornalista em uma emissora local e estuda na Universidade de Humanidades e Estudos Sociais de São Petersburgo. Além disso, ela participa de diferentes concursos de beleza desde os 17 anos, porque já há anos que faz parte de Academia de Concursos de Beleza Internacional.

A jovem policial argentina, Estrella Celeste Bonifacio - Sputnik Brasil
Jovem policial argentina quer ser Miss Mundo
A vencedora russa do concurso de beleza também disse que seu traje nacional, reconhecido como um dos melhores no concurso, foi criado por ela própria e a sua mãe:

"Minha mãe é uma pessoa muito criativa. Mesmo quando eu era jovem, ela sempre costurava trajes muito coloridos para eu me fantasiar no Ano Novo! Acho que desta vez nós conseguimos fazer isso de novo!"

Uma outra tarefa que todas as participantes deviam cumprir era criar um vídeo com o tópico "Salve Mazaalai".

"A espécie de urso marrom do Gobi, conhecida como Mazaalai da Mongólia, está à beira de extinção: só restam cerca de 30 indivíduos no mundo. As participantes deveriam especificar como salvar esta espécie da extinção. Todas nós fizemos um trabalho muito bom e recebemos notas altas", disse Alena.

Membro da seleção russa de ginástica rítmica Carolina Sevastyanova - Sputnik Brasil
JO: belezas russas, as ginastas mais bonitas no Rio
A vencedora da Rússia admitiu também que não tinha como seu objetivo ganhar, só queria viajar para esse país, conhecer novas pessoas interessantes e se divertir fazendo o que gosta mais de fazer — participar de shows, concursos e conviver com outras mulheres belas. 

Mas, ao receber o prêmio mais importante, a jovem admitiu:

"Ao representar o meu país e levar para casa o título principal do concurso, eu senti emoções incríveis de alegria e orgulho!"

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала