Rússia não é responsável por onda de refugiados da Síria - Putin

© Sputnik / Mikhail AlaeddinCombatentes da milícia no campo dos refugiados palestino de Handarat no sudeste de Aleppo liberada dos terroristas, Síria
Combatentes da milícia no campo dos refugiados palestino de Handarat no sudeste de Aleppo liberada dos terroristas, Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As acusações de que a Rússia é responsável pela saída em massa de pessoas da Síria por causa de sua operação militar são completamente infundadas, já que este processo começou muito antes de a Rússia ter se tornado ativa no país árabe, disse hoje (12) o presidente russo, Vladimir Putin.

No domingo (9), a candidata presidencial democrata dos EUA, Hillary Clinton, afirmou que muitas pessoas tiveram que deixar a Síria devido à alegada “agressão russa”. 

"Qualquer acusação de que a Rússia é supostamente culpada na questão dos refugiados é completamente infundada", disse Putin ao canal de televisão francês TF-1

O encontro de Putin e Obama, 28 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Putin: 'EUA e seus aliados são os principais responsáveis pela situação na Síria'
Segundo o presidente, a questão surgiu muito antes de presença da Rússia na Síria. 

"A saída maciça de pessoas deste imenso território no Oriente Médio, e mesmo na África, no Afeganistão, começou muito antes de nossas ações ativas na Síria", disse Putin. 

Falando sobre a situação humanitária em Aleppo, o presidente russo sublinhou que os militantes sírios não podem ser autorizados a usar civis como escudo humano. 

"Não podemos permitir-lhes chantagear o mundo inteiro quando eles estão tomando reféns, matando, decapitando. Se você quiser terminar o trabalho de lutar contra o terrorismo, então eles [esses militantes] devem ser combatidos", afirmou Putin.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала