Bolívia multiplicou em 15 vezes suas receitas de gás nos últimos dez anos

© ABI  / Abrir o banco de imagensInstalação da petroleira estatal boliviana Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB)
Instalação da petroleira estatal boliviana Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Bolívia tem conseguido êxitos inegáveis ​​no desenvolvimento da indústria do gás e aumentou em quinze vezes a renda nacional ao longo dos últimos dez anos, disse nesta segunda-feira em Chuquisaca o ministro dos Hidrocarbonetos e Energia boliviano, Luis Alberto Sánchez.

Em ritual indígena, Evo Morales celebra permanência no governo da Bolívia - Sputnik Brasil
Bolívia espera fechar 2016 como o país de maior crescimento econômico da América do Sul
"Graças à revolução energética, a nacionalização, gestão e investimento, as receitas médias de hidrocarbonetos, entre 2006 e 2016, foram de 3.150 milhões de dólares, quinze vezes mais do que nos anos 1985-2005, quando atingiu a cifra de 224 milhões de dólares por ano”, disse o ministro durante a inspeção do poço de petróleo Huacaya II, no departamento de Chuquisaca.

Sanchez disse que as receitas do gás possibilitaram à Bolívia, além da construção de estradas e de hospitais, disponibilizar gás doméstico de forma gratuita a 3,5 milhões de bolivianos.

"Em 2005, apenas 40 mil famílias tinham gás natural em casa", disse ele.

Evo Morales, presidente da Bolívia. - Sputnik Brasil
Pragmatismo x ideologia: Bolívia normaliza relações com o Brasil
Uma das prioridades do governo de Evo Morales é a exploração de novos poços de gás, que planeja investir cerca de 19 bilhões de dólares no setor até 2015, disse a autoridade.

Se em 2005 a produção de gás foi de 30 milhões de metros cúbicos por dia, a produção em 2016 é de 60 bilhões de metros cúbicos, disse o ministro de Hidrocarbonetos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала