Coalizão saudita quer investigar ataque em Sanaa junto com EUA

© AFP 2022 / MOHAMMED HUWAISConsequências do ataque em Sanaa, Iêmen, 8 de outubro de 2016
Consequências do ataque em Sanaa, Iêmen, 8 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita está disposta a cooperar com os EUA na investigação do ataque durante procissão fúnebre na cidade iemenita de Sanaa, informa a agência saudita SPA se referindo ao comunicado da própria coalizão.

People stand at the site of an airstrike which witnesses said was by Saudi-led coalition aircraft on mourners at a hall where a wake for the father of Jalal al-Roweishan, the interior minister in the Houthi-dominated Yemeni government, was being held, in Sanaa, Yemen October 8, 2016 - Sputnik Brasil
Iêmen: bombardeio saudita em funeral deixou 82 mortos e mais de 500 feridos
"Será imediatamente iniciada uma investigação pela direção, que indicou que o grupo de investigação tentará aproveitar da experiência do lado americano e recolher experiência dessas investigações. Aos investigadores será dado acesso aos dados e informações sobre as operações militares realizadas no dia e no local do incidente, bem como em áreas adjacentes, que estão à disposição de coalizão", cita a agência SPA o comunicado.

De acordo com a ONU, em resultado do ataque em Sanaa realizado ontem (8) morreram 140 pessoas. Mais de 500 ficaram feridas. Segundo dados de outras fontes, o número de vítimas chega a 213 pessoas. A coalizão árabe insiste em não ter participado do ataque. Segundo outros dados, a coalizão liderada pela Arábia Saudita lançou cinco ataques aéreos contra a capital do Iêmen, Sanaa, após o ataque contra a cerimônia fúnebre.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала