Iêmen: bombardeio saudita em funeral deixou 82 mortos e mais de 500 feridos

© REUTERS / Khaled AbdullahPeople stand at the site of an airstrike which witnesses said was by Saudi-led coalition aircraft on mourners at a hall where a wake for the father of Jalal al-Roweishan, the interior minister in the Houthi-dominated Yemeni government, was being held, in Sanaa, Yemen October 8, 2016
People stand at the site of an airstrike which witnesses said was by Saudi-led coalition aircraft on mourners at a hall where a wake for the father of Jalal al-Roweishan, the interior minister in the Houthi-dominated Yemeni government, was being held, in Sanaa, Yemen October 8, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Saúde do governo houthi informou que o ataque realizado pela coalizão saudita em um funeral na cidade de Sanaa neste sábado deixou pelo menos 82 mortos e 534 feridos.

Yemenis gather around a crater caused by a Saudi-led airstrike that targeted a building in the centre of the capital Sanaa (File) - Sputnik Brasil
Ataque saudita em velório de pai de ministro deixa mortos e feridos no Iêmen
Mais cedo, a imprensa local divulgou que um grande bombardeio realizado pela coalizão liderada por Riad destruiu o prédio onde estava sendo realizado o velório do pai do ministro do Interior do Iêmen, Jalal al-Roweishan, matando e ferindo centenas de pessoas.

O Iêmen se encontra mergulhado em um sangrento conflito civil desde 2014, colocando em lados opostos os rebeldes houthis e as forças leais ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, apoiado pela Arábia Saudita, que desde março de 2015 realiza ataques junto com outros países árabes contra posições dos houthis no Iêmen. 
De acordo com um balanço divulgado pelas Nações Unidas em agosto, mais de 10 mil civis foram mortos em território iemenita desde o início dos bombardeios da coalizão. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала