Bombardeios ucranianos geram centenas de vítimas em Donetsk desde o começo do ano

© Sputnik / John Trust / Abrir o banco de imagensDonetsk está em ruínas após bombardeio de noite
Donetsk está em ruínas após bombardeio de noite - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Quase 300 pessoas receberam ferimento de diversos níveis de gravidade por conta das ações militares no território da autoproclamada República Popular de Donetsk desde o começo do ano. A informação é de um representante do Comissariado para Direitos Humanos de Donetsk.

"Desde 1° de janeiro até 6 de outubro de 2016, os bombardeios incessantes da Ucrânia causaram lesões de vários níveis de gravidades a 293 pessoas, entre elas 113 soldados, 180 civis e 15 crianças", afirmou a fonte. 

Combatentes da República Popular de Donetsk - Sputnik Brasil
Kiev esconde armas na proximidade da linha de contato com Donetsk apesar do cessar-fogo
Foi destacado também que desde o início do conflito em Donetsk morreram cerca de 4210 pessoas, incluindo 73 menores de idade.

Em abril de 2014, as autoridades da Ucrânia lançaram uma operação militar das autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, no leste do país. Estas regiões proclamaram independência após o golpe de Estado ucraniano em fevereiro de 2014. Segundo os dados da ONU, as vítimas do conflito já somam mais de 9,6 mil pessoas.      

A resolução do conflito ucraniano vem sendo discutida no âmbito das reuniões do Grupo de Contato em Minsk, que adotou em 2014 três documentos regulamentando os passos para o fim da violência no país. No entanto, mesmo após o acordo de cessar-fogo ambas as partes do conflito relatam constantes violações da trégua.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала