ONU pede que Arábia Saudita pare de matar crianças

© AP Photo / Hasan JamaliApril 25, 2015. Saudi youths play soccer in a park during a dust storm in Riyadh, Saudi Arabia.
April 25, 2015. Saudi youths play soccer in a park during a dust storm in Riyadh, Saudi Arabia. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Representantes das Nações Unidas criticaram duramente a Arábia Saudita pela forma severa como o reino wahhabita trata os menores, submetidos inclusive a penas de morte no país.

As sequências de ataque aéreo saudita no Iêmen - Sputnik Brasil
ONU coloca coalizão saudita no Iêmen em lista de assassinos de crianças
Em relatório sobre o cumprimento de Riad das determinações estipuladas pela Convenção sobre os Direitos da Criança, divulgado nesta sexta-feira, a organização também chamou a atenção para a discriminação sistêmica de meninas, pedindo que essa prática tenha um fim. 

De acordo com os 18 membros do Comitê sobre os Direitos da Criança, o sistema legal da Arábia Saudita tem falhas na garantia de um devido processo legal e de um julgamento justo, com muitos jovens sendo frequentemente abusados e torturados para fazer confissões. 

Para as Nações Unidas, são considerados menores todos aqueles com menos de 18 anos de idade. No entanto, na Arábia Saudita, maiores de 15 anos já podem ser legalmente tratados como adultos e executados pela justiça. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала