Bielorrússia está pronta a morrer pela Rússia em caso de guerra

© AFP 2022 / Sergei Gapon Soldados bielorrússos de forças aerotransportadas participam nos eventos comemorativos do Dia da Força Aerotransportada. 1 de agosto de 2015
Soldados bielorrússos de forças aerotransportadas participam nos eventos comemorativos do Dia da Força Aerotransportada. 1 de agosto de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente bielorrusso Aleksandr Lukashenko disse que a Rússia pode contar com apoio por parte do exército bielorrusso na sua fronteira ocidental.

"Em conjunto com o povo russo, defenderemos nossa Pátria comum na direção ocidental, que também é importante para a Rússia… Nesta direção ocidental vamos morrer defendendo a Bielorrússia e Rússia", disse Lukashenko na sexta-feira (7) durante um encontro com parlamentares.

Presidente bielorrusso Aleksandr Lukashenko com o seu filho Nikolai na Parada militar em homenagem ao 70º aniversário da vitória chinesa na guerra contra o Japão, Pequim, China, em setembro de 2015 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
'Uma China poderosa é garantia de uma Bielorrússia independente'
Ele destacou que "o exército bielorrusso está equipado com as armas mais modernas e é capaz de resistir a qualquer agressor".

"Podemos falar sobre a modernização completa do nosso exército, nós praticamente já a terminamos. Nós adaptamo-lo às guerras potenciais que podem ser desencadeadas contra o nosso país – desde a luta no espaço informacional até uma guerra 'quente'", declarou o líder bielorrusso.

Airborne troops. File photo - Sputnik Brasil
Paraquedistas de Rússia e Bielorrússia realizam exercícios conjuntos
Entretanto, Lukashenko afirmou que a Bielorrússia estará sempre com a Rússia, mas não concorda em ser um 'menino de recados' nem do Ocidente, de do Oriente.

"Se os parceiros colocarem a questão se estamos com o Oriente ou com o Ocidente, com a Rússia ou com a União Europeia… nós não aceitamos tal posição", disse.

Lukashenko disse que a Rússia não presta o apoio necessário nos assuntos de defesa, em particular, ela recusou fornecer ao país sistemas de mísseis Iskander, enquanto a Bielorrússia está preocupada com a segurança do país devido à "ativação de algumas forças".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала