Kremlin: EUA suspenderam cooperação na área nuclear depois da reunificação da Crimeia

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensPorta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov
Porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
De fato Washington suspendeu a cooperação no campo nuclear depois dos acontecimentos na Crimeia, Moscou apenas formalizou isso, declarou o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, comentando a situação da suspensão da cooperação nuclear.

"Já foram prestados esclarecimentos pelo Ministério das Relações Exteriores. O que se passou foi que, quando ocorreram os acontecimentos na Crimeia, os EUA suspenderam de fato o cumprimento do acordo, por isso, ontem o nosso lado apenas formalizou a situação criada pelos nossos colegas americanos", disse Peskov aos jornalistas.

Usina nuclear - Sputnik Brasil
EUA consideram como 'verdadeira tragédia' a recusa da Rússia de cooperar na área nuclear
"Lamentamos igualmente que tenhamos de fazer isto. Mas este documento não funcionava na prática por decisão dos EUA, portanto não há quaisquer elementos novos", destacou Peskov.

O governo russo anunciou na véspera a suspensão do acordo de cooperação em pesquisa e desenvolvimento nas áreas nuclear e energética. Também foi denunciado o contrato entre a Rosatom e o Departamento de Energia dos EUA para a conversão dos reatores de pesquisa para utilização de urânio pouco enriquecido. As ações de Washington, que parou os trabalhos nesta área devido aos acontecimentos na Ucrânia, foram a razão principal para a suspensão do acordo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала