Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia apresenta pequeno tanque-bomba

Nos siga no
O Exército russo receberá em breve um tanque-robô, capaz de destruir veículos militares inimigos e fortificações, informou o jornal russo Izvestia.

T-14 Armata durante o ensaio para a Parada da Vitória em Moscou - Sputnik Brasil
Tanque russo Armata será invulnerável a projéteis de urânio empobrecido da OTAN
Este pequeno tanque-robô, construído na planta Degtyarev, consegue aproximar-se ao inimigo totalmente despercebido e apanhá-lo de surpresa.

"O sistema Nerekhta agora está na lista de sistemas de robôs inovadores que poderão ser colocados ao serviço das Forças Armadas da Rússia", disse ao Izvestia o representante do Ministério da Defesa russo. "Se o sistema funcionar bem durante os testes, será colocado à disposição das unidades de inteligência e de forças especiais."

O tanque Nerekhta é construído na plataforma ligeira e parece um pequeno tanque onde a torre é substituída por um container com explosivos.

Imparável tanque russo T-72 mergulha na água - Sputnik Brasil
Imparável tanque russo T-72 mergulha na água
O tanque, que pesa somente 300 kg e tem somente um metro de comprimento, pode levar centenas de quilogramas de explosivos à velocidade de 11 km/h, se movendo sem ruído.

Antes de entrar na guerra, o mapa do campo de batalha com coordenadas dos alvos designados são baixados ao computador. O que resta é enviar um comando de rádio para o tanque e esperar o fim da missão.

Um dos principais designers da Planta Degtyarev, Dmitry Fufayev, disse ao Izvestia que agora a empresa trabalha para fazer com que o tanque se torne reutilizável, ou seja,  lançará a carga explosiva e poderá retornar para a base. Também os especialistas querem aumentar a sua velocidade.

Tanque da terceira geração T-14 Armata - Sputnik Brasil
O traço distintivo do novo tanque T-14 Armata (VÍDEO)
A ideia de robôs-bomba não é nova. Um equipamento parecido foi usado pelos alemães ainda durante a Segunda Guerra Mundial.

Robôs-bomba estão também sendo desenvolvidos em Israel (Rambot) e na Coreia do Sul (IRobit First Look). Tais veículos são destinados principalmente a ser usados dentro de país contra terroristas e criminosos.

"Com efeito, os robôs-bomba feitos no estrangeiro não são mais que granadas que funcionam através de rádio", disse Aleksei Khlopotov. Estes aparelhos são lançados através de janelas contra os adversários escondidos em edifícios. Pelo contrário, o Nerekhta é capaz de eliminar tanques e fazer explodir edifícios. Ao mesmo tempo, o tanque é bastante pequeno e tem grande capacidade de manobra."

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала