Inteligência dos EUA intensifica tentativa de recrutar diplomatas russos

© Sputnik / Valery Melnikov / Abrir o banco de imagensSergei Ryabkov
Sergei Ryabkov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-chanceler da Rússia Sergei Ryabkov disse nesta terça-feira que os Estados Unidos intensificaram suas atividades de inteligência com o objetivo de recrutar diplomatas russos nos últimos anos, utilizando pressões e ameaças.

Departamento de Estado dos EUA. - Sputnik Brasil
EUA acusam Rússia de espionagem de seus diplomatas
"Nos últimos dois anos, as atividades de recrutamento dos EUA tendo como alvo o nosso pessoal aumentaram significativamente, e os serviços de inteligência americanos utilizam dos meios mais miseráveis de pressão, incluindo ameaças à saúde dos familiares de diplomatas", declarou Ryabkov através de um comunicado.

O vice-ministro das Relações Exteriores afirmou que Washington criou dificuldades artificiais para a implementação das funções dos diplomatas russos, o que pode ser observado no recente endurecimento das regras sobre o deslocamento de autoridades russas em território norte-americano. Ao mesmo tempo, ele negou que tenha qualquer fundo de verdade nas alegações dos Estados Unidos de que seus representantes estariam sendo vítimas de assédio na Rússia, afirmando que isso seria uma tática americana para desviar a atenção dos casos de sequestro de cidadãos russos, por serviços dos EUA, ao redor do mundo. 

Na última segunda-feira, a porta-voz do Departamento de Estado Elizabeth Trudeau declarou que membros do corpo diplomático e consular dos Estados Unidos estavam sendo submetidos a diferentes tipos de práticas de assédio e vigilância por parte de Moscou. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала