Moscou: Administração Obama 'fez tudo' para destruir a confiança entre a Rússia e os EUA

© AP Photo / Dmitry LovetskyVista do edifício do Ministério das Relações Exteriores russo em Moscou, Rússia
Vista do edifício do Ministério das Relações Exteriores russo em Moscou, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A chancelaria russa se pronunciou hoje (3) sobre o estado das relações entre Moscou e Washington.

A administração do presidente norte-americano Barack Obama fez o máximo que pôde para destruir a atmosfera de confiança entre a Rússia e os Estados Unidos, disse o Ministério das Relações Exteriores russo em um comunicado nesta segunda-feira (3).

"A administração Obama fez de tudo para destruir o ambiente de confiança que poderia promover a cooperação [bilateral]", disse o ministério. 

Kremlin, Moscou - Sputnik Brasil
Kremlin responde a retórica de Obama contra a Rússia
Como exemplo da afirmação, a chancelaria russa citou a chamada Lei Magnitsky, que iniciou "uma pressão em forma de sanções sem precedente no nosso país com base em pretextos forçados".

Em 2014, as relações entre a Rússia e o Ocidente deterioraram-se em meio à crise na Ucrânia. Bruxelas, Washington e seus aliados impuseram várias rodadas de sanções contra Moscou após a reintegração da Crimeia ao território da Federação Russa — processo decidido por meio de referendo democrático da população local, com base no princípio de autodeterminação dos povos — e após acusações não comprovadas sobre a alegada ingerência de Moscou no conflito ucraniano. 

A Rússia tem repetidamente refutado as acusações, advertindo que a política de sanções é contraproducente e mina a estabilidade regional e global.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала