Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ancara: Uso de curdos na libertação de Raqqa ameaça futuro da Síria

© AFP 2021 / Delil SouleimanUma miliciana da Unidade de Proteção do Povo (YPG) curda posa para uma foto com sua arma, na cidade síria de Ain Issi, cerca de 50 quilômetros norte de Raqqa, o chamado "capital" do Estado Islâmico.
Uma miliciana da Unidade de Proteção do Povo (YPG) curda posa para uma foto com sua arma, na cidade síria de Ain Issi, cerca de 50 quilômetros norte de Raqqa, o chamado capital do Estado Islâmico. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O envolvimento das Unidades de Proteção Popular (YPG) dos curdos sírios na libertação da cidade de Raqqa vai colocar o futuro da Síria em perigo, segundo afirmou nesta terça-feira (27) o chanceler turco Mevlut Cavusoglu.

No início de setembro, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que Ancara iria aceitar a proposta de Washington para uma operação conjunta em Raqqa, desde que a YPG fosse excluída. 

"Convidar as forças de autodefesa curdas para participar de operações contra o Daesh [autodenominado Estado Islâmico] em Raqqa ou em outras partes da Síria significa colocar o futuro deste país em risco. A cooperação com um grupo terrorista contra outro grupo terrorista é uma traição dos próprios valores e do futuro da Síria e do Iraque ", disse Cavusoglu.

Sírios retornam ao bairro Bani Zeid, zona norte da cidade de Aleppo, na Síria, após quatro anos de ocupação pela Frente al-Nusra – 01.08.2016 - Sputnik Brasil
Mais de 3 mil refugiados retornam a Jarablus
O YPG é considerada pelo governo turco um grupo terrorista aliado ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que atua na Turquia há vários anos em defesa da autonomia do povo curdo.

Em 24 de agosto, as forças turcas, apoiadas por aeronaves da coalizão liderada pelos EUA, começou uma operação militar para livrar a cidade síria de Jarablus e a área circundante das mãos dos terroristas do Daesh. Ancara, por sua vez, também declarou que alvejaria posições do YPG, a menos que as milícias curdas sírias se retirassem para o leste do rio Eufrates.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала