Os europeus não confiam em bases militares estrangeiras

© AFP 2022 / DANIEL ROLAND Base militar norte-americana de Ramstein, Alemanha
Base militar norte-americana de Ramstein, Alemanha - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
De acordo com a mais recente pesquisa Sputnik-Opinião, os residentes dos países europeus não tencionam confiar a defesa dos seus países a bases militares estrangeiras aí instaladas.

Soldado estadunidense perto de um avião militar na base aérea de Manas. Foto de arquivo - Sputnik Brasil
EUA perdem base militar perto da Rússia
Assim, só 4% dos respondentes alemães e 5% dos italianos acreditam que as bases militares estrangeiras poderiam garantir melhor da defesa do país do que o exército nacional. Estes dados foram obtidos em resultado de uma enquete realizada pela empresa de pesquisa de opinião pública IFop a pedido da agência de notícias e rádio Sputnik.

De acordo com um relatório do Ministério da Defesa dos EUA referentes ao ano 2015, 587 instalações militares dos EUA estavam situados fora do país.

© SputnikForças Armadas domésticas vs. bases militares estrangeiras
Forças Armadas domésticas vs. bases militares estrangeiras - Sputnik Brasil
Forças Armadas domésticas vs. bases militares estrangeiras

Na Europa, o maior número é registrado na Alemanha. A Itália também acolhe no seu território um número considerável de bases da Marinha e do Exército dos EUA.

Soldados norte-americanos numa base militar - Sputnik Brasil
Será que EUA podem perder base militar no Índico?
Respondendo à pergunta "Quem melhor protegerá o seu país?", mais de um terço dos alemães (38%) e italianos (34%) disseram que era o exército nacional sem bases militares estrangeiras. Contudo, 37% dos alemães e 34% dos italianos se manifestaram a favor de que os seus países fossem protegidos pelos exércitos nacionais junto com bases estrangeiras. 21% dos respondentes na Alemanha e 27% na Itália declararam não saber responder.

​A enquete foi realizada por encargo da agência de notícias e rádio Sputnik pela mais antiga empresa francesa de pesquisa, Ifop, entre 28 de junho e 4 de julho de 2016 na Alemanha (1.004 pessoas) e Itália (1.002 pessoas). A enquete é representativa da população por sexo, idade e localização geográfica. O erro máximo por país  é de 3,1%, com margem de confiança de 95%.

O que é o Sputnik-Opinião?

Este projeto internacional de estudo da opinião pública começou em janeiro de 2015. As conhecidas empresas Populus, forsa e IFop são parceiras do projeto. No quadro da Sputnik-Opinião (Sputnik.Polls) são realizadas regularmente pesquisas em vários países da Europa e dos EUA sobre os temas sociais e políticos de maior atualidade.

A Sputnik é uma agência de notícias e rádio com representações e redações multimídia em dezenas de países. A Sputnik inclui sites (34 ao todo), emissões rádio analógicas e digitais, aplicativos para celular e páginas nas redes sociais. As feeds de notícias da Sputnik aparecem 24 horas em inglês, árabe, espanhol e chinês.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала